Prepare sua equipe para ouvir “só uma olhadinha”

Prepare sua equipe para ouvir “só uma olhadinha”

Se você trabalha no comércio, ao abordar o cliente, certamente já ouviu a frase “não obrigado, só estou dando uma olhadinha”.

Mas, porque os clientes dizem esta frase? Como podemos evitar que os clientes digam “só estou dando uma olhadinha”? E que tipo de abordagem podemos usar para converter em vendas atendimentos que começam com esta frase temida pelos vendedores?

Infelizmente maus profissionais de vendas criaram uma figura na mente do consumidor de que vendedor é chato, só empurra e só quer vender.
Assim quando o cliente entra na loja, muitas vezes é esta a imagem que ele faz dos vendedores. Então cabe a você vendedor mudar esta imagem ruim que a cliente tem sobre vendedores.

VENDER É SERVIR

Primeiro pense em servir e ajudar sinceramente seu cliente. Pense em resolver o problema do seu cliente. Não pense só em vender, bater netas e quanto de comissão pode ganhar. Pense em como ajudar seu cliente a comprar.
Agindo assim você pode fidelizar o cliente. Ao invés de fazer apenas uma venda, você pode ter um cliente para uma história. Um cliente que continuará comprando com você por 2, 5, 10 anos ou mesmo por uma vida inteira.

COMO INICIAR O CONTATO COM O CLIENTE

A maioria dos vendedores “pede” para receber a frase “só uma olhadinha”. Isso porque começam o atendimento de uma maneira tão formal que criam um contato frio, sem envolvimento. Incentivando a rejeição por parte do cliente.
Na nossa infância, muitos de nós ouvíamos da mamãe “não fale com estranhos”. Sim, isso funcionava como uma proteção, mas, agora que somos adultos temos que mudar isso. Como? Conheça o maior número de pessoas, seja simpático para o maior número de pessoas. Faca isso e observe como seus negócios vão crescer.

Todo o atendimento tem certa “tensão inicial”, tanto da parte do cliente, como da parte do vendedor. Como o vendedor é o maior interessado em baixar essa “tensão inicial”, é ele que deve usar o recurso mais poderoso para criar relacionamentos: o SORRISO. O vendedor dever mostrar disposição e que está feliz em receber o cliente.

CUIDADO NA ABORDAGEM

Tenha cuidado com abordagens desanimadas ou decoradas.
Sempre digo aos vendedores que, ao atender um cliente, não pareçam vendedores, mas sejam seres humanos!

Existem abordagens que podem estimular o cliente a dizer a temida frase “estou só olhando”, são elas:

– Quer uma ajuda?
– Procura algo em especial?
– Posso ajudar?
– Pois NÃO?

Estas são Abordagens que induzem o “não” por parte do cliente e podem acabar com sua venda.

COMEÇAR BEM VALE 50% DA VENDA

Com uma boa abordagem, além reduzir as chances de ouvir “estou só olhando”, ainda abrimos caminho para uma boa venda.
Quando mostramos disposição, junto com um sorriso no rosto, fazemos o cliente pensar “Que pessoa legal”, “que pessoa agradável”, “Gostei! este vendedor vai me ajudar a tomar uma ótima decisão!”.

Para te ajudar a ter foco, não pense em cada cliente que entra no seu negócio como um “ATENDIMENTO”, e sim como uma “CHANCE DE INICIAR UM RELACIONAMENTO”. Assim não será uma relação fria de vendedor e cliente, e sim de pessoas ajudando pessoas.

MAS SE O CLIENTE DISSER:
“-NÃO OBRIGADO, SÓ ESTOU DANDO UMA OLHADINHA”.

Mesmo quando o vendedor faz uma boa abordagem… Sendo simpático e mostrando disposto para ajudar, alguns clientes ainda podem ficar na defensiva e dizer: “não obrigado, só estou dando uma olhadinha”. Alguns clientes simplesmente querem seu espaço e odeiam vendedores que grudam!

E aí é onde muitos vendedores perdem a linha e perdem a venda.
Muitos vendedores ao ouvirem essa frase logo dizem para o cliente ficar a vontade e abandonam o cliente. Outros vendedores mudam o semblante que estava simpático e amistoso para uma “cara fechada”.

Lembre-se: se o cliente pediu espaço, dê o espaço. Mas esteja disponível e aguarde a melhor oportunidade para ajudá-lo.
Não suma! Fique “ligado”, esteja pronto para fazer uma reaproximação inteligente com o cliente, observe:

– Ele poderá chamar o vendedor e perguntar algo sobre o produto que está procurando;

– O cliente dará “sinais” (às vezes sutis) que ajudarão o vendedor a perceber que ele está “perdido”;

– Ele procurará o vendedor com algum movimento de cabeça ou com um olhar;

– Andará pela área da loja sem um objetivo claro.

– O cliente Indicará, com expressões faciais/corporais, dúvidas sobre o produto observado.

Uma coisa é certa: Não existe ninguém que entra em um ponto de venda sem o mínimo de interesse de compra. Pode ser curiosidade sobre o produto, sobre o quanto custa algo que ele viu na vitrine ou que sabe que encontrará na loja. Com isso em mente, pense: 100% das pessoas que entram em nosso ponto de venda todos os dias poderiam comprar algo, só depende de nós!

DICAS ADICIONAIS:

– Cumprimente e seja simpático (a) com todos os acompanhantes do cliente.

– Educação é a base da venda: ao conversar com o cliente use “me acompanhe por gentileza”, ”por favor,”, etc.

– Para os clientes, você é a empresa. Capriche no sorriso e disposição!

– Mais de 50% da nossa comunicação é não verbal. Mesmo que você ouça a frase “só estou dando uma olhadinha”, tome cuidado com caretas, expressões faciais de desaprovação, desânimo, raiva.

– Mantenha o sorriso sempre. Persevere em seu ENTUSIASMO inicial!
 
 
Fonte: Falando de Varejo

Impressora Fiscal Epson TM-T900F por R$1.799,00 (à vista).


Impressora Fiscal Epson TM-T900F

A Impressora Fiscal Epson TM-T900F é o modelo ideal para atender a alta demanda de impressão do varejo. Atende à nova padronização de comandos do convênio ICMS 09/09, e também, dispõe de ferramentas de softwares que facilitam a migração dos aplicativos que já utilizam as DLLs Epson para impressoras do convênio anterior.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *