Saiba como testar um produto no mercado de 5 maneiras

Saiba como testar um produto no mercado de 5 maneiras

Para empreender, apenas ter uma ideia não basta: é preciso colocar a mão na massa para transformá-la em algo que seja real!

Por isso, conseguir criar um produto é um grande feito por parte de qualquer empreendedor. Porém, antes de lançá-lo no mercado é preciso testá-lo, pois pode ser que ele não seja o ideal para o seu público-alvo ou que precise de melhorias para que possa se adequar ao que é exigido pelo próprio mercado.

Saiba que os empreendedores que não testam seus produtos correm um grande risco de gastar tempo e dinheiro em algo que não tenha um futuro promissor. E sempre fica a dúvida: como testar? Preparamos este post com 5 formas de realizar esses testes. Confira!

1. Faça testes práticos

A nossa primeira sugestão em relação a como testar um produto é convidar pessoas para fazer testes práticos. Ou seja, organize esses convidados de forma que eles possam fazer uso do produto. Assim você pode simular inúmeras situações de uso e verificar os resultados.

Nesse sentido, você pode chamar clientes em potencial ou até mesmo pessoas de confiança, que vão fornecer um feedback sincero. Esse tipo de prática é mais indicado para negócios que já possuem uma primeira versão do produto e precisam entender qual é a aceitação dele em relação ao seu uso antes de lançá-lo no mercado.

Dessa forma é possível entender se o produto está pronto para ser lançado e fazer correções pontuais antes desse lançamento.

2. Realize pesquisas

Outra maneira de testar o seu produto é realizando pesquisas. Fazer esse tipo de ação não é difícil.

Primeiramente apresente seu produto de forma geral. Depois disso é preciso entender como as pessoas perceberam a sua ideia do produto, e a melhor maneira de medir essa questão é trabalhar com perguntas de escala, tal como “de 0 a 10, quanto você acha que essa ideia resolve o seu problema?”.

Esse tipo de técnica pode ser aplicado em pesquisas com amigos, futuros clientes e até com pessoas desconhecidas. O objetivo dessa prática é confirmar se a ideia realmente possui potencial para ser transformada em um produto, ajudando o empreendedor a avaliar se vale a pena continuar investindo nela.

3. Crie protótipos

Os protótipos são uma das maneiras mais práticas e efetivas de testar um produto. Afinal, por meio deles é possível verificar a aceitação da ideia sem ter muitos gastos.

A partir do momento que o protótipo é disponibilizado para que clientes em potencial o utilizem, é possível entender se ele se encaixa no dia a dia dessas pessoas e saber quais correções precisam ser feitas para que ele possa ser lançado com um bom potencial de mercado.

Esse tipo de teste ajuda o empreendedor a entender na prática como é o seu produto na mão do cliente e como ele se comporta utilizando-o.

4. Trabalhe no desenvolvimento da ideia

Desenvolver a ideia mais a fundo é outra excelente maneira de testar o produto antes de lançá-lo. Sendo assim, tente não se fechar para apenas uma possibilidade de uso.

Aproveite qualquer oportunidade de caminho que ela possa seguir mesmo que isso fuja um pouco do que foi pensado originalmente. Então, estimule o seu pensamento e a sua criatividade para descobrir quais possibilidades de negócio você tem caso o produto seja diferente do que você pensou na primeira vez.

Agindo dessa maneira é totalmente possível descobrir um nicho de mercado que seja promissor. Por isso, abra a cabeça, não se contente somente com a primeira ideia e experimente mudar de versão enquanto estiver nesse processo de desenvolvimento.

5. Olhe para o mercado

Por fim, a última maneira de testar um produto é olhar para o mercado, entender a concorrência e saber o que pode ser desenvolvido de diferente nessa questão. Sendo assim, busque dados concretos para moldar o seu produto e evite basear-se em achismos.

Trabalhando dessa maneira é possível entender como o produto poderá sanar as dores do seu público-alvo — coisa que os concorrentes podem não estar fazendo de maneira efetiva. Isso será um grande diferencial!
 
 
Fonte: Exame

Impressora Fiscal Epson TM-T900F por R$1.799,00 (à vista).


Impressora Fiscal Epson TM-T900F

A Impressora Fiscal Epson TM-T900F é o modelo ideal para atender a alta demanda de impressão do varejo. Atende à nova padronização de comandos do convênio ICMS 09/09, e também, dispõe de ferramentas de softwares que facilitam a migração dos aplicativos que já utilizam as DLLs Epson para impressoras do convênio anterior.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.